História

A cidade de Piracicaba viveu épocas de ouro no basquetebol masculino e feminino nas décadas de 50, 60 e 70, era celeiro de grandes nomes da modalidade e referência quando o assunto era a bola ao cesto.

O inicio do XV no basquetebol aconteceu em 1954 quando, pela primeira vez, foi colocada a camisa do “Glorioso” em uma equipe de basquetebol, com atletas sendo selecionados nos clubes da cidade, tendo em sua maioria, alunos da ESALQ.

Neste ano, Piracicaba representada pelo XV sagrou-se vice-campeã dos Jogos Abertos do Interior.

O crescimento da equipe coincide com a chegada em Piracicaba, de dois grandes atletas (Wlamir Marques e Pedro Vicente Fonseca, o Pecente), que viriam a se tornar campeões mundiais pela Seleção Brasileira.

A equipe de basquetebol do XV de Piracicaba foi considerada uma das melhores do Brasil e embaixadora da cidade por muito tempo. Um dos ídolos daqueles tempos era Waldemar Blatkauskas; bicampeão mundial jogando pelo XV nos anos de 1959 e 1963.

Naquela época, o alvinegro conquistou importantes títulos nacionais e internacionais e fez história ao ceder vários de seus atletas para compor a Seleção Brasileira em competições de grande significado para o país.

No ano de 1958 diretores esportivos e empresários da cidade resolveram trazer à Piracicaba a equipe feminina do alvinegro, formada por atletas da Seleção Brasileira como Maria Helena Cardoso, Maria Helena Campos, a Heleninha, Delcy Ellender Marques e Angelina Bizzarro.

No ano de 1964, enquanto o basquetebol feminino do XV de Piracicaba ganhava reconhecimento por sua qualidade técnica, o masculino perdia Wlamir Marques, contratado pelo Sport Club Corinthians Paulista e Waldemar Blatkauskas, que morreu tragicamente em acidente automobilístico, abalando consideravelmente o cenário esportivo piracicabano.

No dia 20 de abril de 2001 a ideia finalmente saiu do papel e houve a reunião de oficialização e criação da Associação de Basquetebol XV de Piracicaba. A Diretoria Executiva eleita esteve formada pelo presidente Hugo Fioravanti Filho, vice-presidente Nilton S. Barreiros, 1ª secretária Angela Pences, 2ª secretária Neuza Maria Camargo Caro, 1º secretário Ricardo Lourencini Neto, 2º secretário Rubens Caldari, diretor social Luiz Alberto Lacreta, diretoras culturais Ana Cristina C. Vianna e Tania M. C. Vianna Lacreta, diretor de esportes José Carlos Callado Hebling, diretor de marketing Dirceu da Cunha Mello Júnior e diretor de patrimônio Wilson Guidotti Júnior.

Naquela oportunidade também foram reconhecidos como Sócios- Fundadores da Associação de Basquetebol XV de Piracicaba: Roberto Filetti, Hugo Fioravanti Filho, Oswaldo Raimundo da Silva, Renato Coli Spoto, Ricardo Lourencini Neto e Neuza Maria Camargo Caro.

Com o início dos trabalhos da Associação de Basquetebol XV de Piracicaba, aos poucos a “Noiva da Colina” foi revivendo as glórias do passado através do apoio da torcida piracicabana que retomou seu espaço no Ginásio Municipal “Waldemar Blatkauskas”. É neste “templo sagrado” de grandes conquistas que a equipe quinzista de basquetebol em diversas categorias voltou a ganhar títulos em competições organizadas em toda sua história.

E é com as memórias do passado e as realizações do presente, que a Associação de Basquetebol XV de Piracicaba continua trilhando seus caminhos para o desenvolvimento da modalidade e do esporte piracicabano.